MENU

Igrejas de diversas denominações se unem para pregar unidade

Pastores são encorajados a deixarem diferenças de lado e anunciar o evangelho


Pastores de Charllote
Pastores de Charllote orando por unidade. (Foto: Divulgação)

Chris Payne atua como pastor de duas igrejas na cidade de Charlotte (EUA) que recentemente se uniram para se tornar uma única congregação. Aos 41 anos, ele lidera a New Charlotte Church, que iniciou com a esposa em sua casa oito anos atrás, e a Church at Charlotte, uma congregação que já tem 50 anos, mas passou por sérios problemas até decidir buscar sua ajuda.

Conversando com um pastor amigo, ambos decidiram escrever uma série de sermões juntos sobre a necessidade unidade dos cristãos. Também combinaram em trocar os púlpitos, onde um pregaria na igreja do outro. Decidiram então escrever uma série simples de quatro partes sobre a necessidade de união do Corpo de Cristo.

Leia mais

“Queríamos que as pessoas soubessem o que defendemos. Muitas vezes as pessoas sabem as coisas que a Igreja é contra, mas não o que somos a favor… somos a favor do Evangelho, da Igreja com ‘C’ maiúsculo, de servirmos uns ao outros e ao nosso próximo e lutamos pela nossa cidade.”

Ao contar sobre essa iniciativa aos líderes de outras igrejas, ouviram do interesse deles em fazer parte dela. Em pouco tempo, 74 igrejas decidiram participar e estão pregando cada uma das mensagens ao longo do mês de setembro.

Payne enfatiza que eles pretendem mostrar a todos na cidade que a união vai além das questões denominacionais e raciais. Apesar das diferenças, a Igreja realmente é unificada quando tem uma mensagem em comum.

“Às vezes, nossas preferências pessoais acabam ficando acima do propósito maior. Acabamos nos dedicando a nossas preferências e às vezes, mesmo sem perceber, isso causa divisões”, avalia. “Nós nos dividimos em questões como estilos de adoração e estilos de pregação, tipos de programação, e nos fechamos para os que pensam diferente”.

“Os pastores podem cair nessa armadilha”, acrescenta, “e nem sempre fazemos um bom trabalho em construir boas amizades e ter comunhão com outros pastores que são muito diferentes de nós, mas esses relacionamentos são a base da unidade da Igreja”.

Antes da série de sermões começar, todos os pastores participantes se reuniram apenas para orar. Eles passaram um tempo juntos, intercedendo pela cidade e pela Igreja como um todo.

A igreja de Payne anunciou que todas as atividades de serviço comunitário que farão daqui por diante serão em conjunto com outras igrejas.

Ele encoraja os pastores de outros lugares a buscarem maior unidade e dizerem uns aos outros: “quero conhecê-lo e quero ser conhecido [por você]”. Com informações Christian Post



Assuntos:


Deixe sua opinião!