MENU

Imprensa do Brasil não tem moral para falar de fake news, denuncia Malafaia

Pastor afirma que objetivo é "detonar os evangélicos, para dizer que tudo que é notícia [não dada pela grande mídia] é fake news".


Silas Malafaia
Silas Malafaia. (Foto: Reprodução / Youtube)

O pastor Silas Malafaia gravou um vídeo mostrando por que a grande mídia brasileira é a maior produtora das chamadas ‘fake news’ – notícias falsas – embora diga combatê-las.

O presidente do ministério Vitória em Cristo lembrou das vezes em que ele mesmo foi vítima de acusações infundadas, veiculadas em reportagens de grandes periódicos. Citou o caso da revista Forbes que lhe atribuiu uma fortuna que ele mostrou em seu programa de TV não possuir.

Leia mais

“Ninguém quis saber da minha resposta”, disparou, acrescentando: “O cara foi tão bandido e mentiroso que… produziu uma fake news e toda imprensa publicou”. Na ocasião, Malafaia processou a revista, exigindo direito de resposta e pedindo compensação por danos morais.

Mais recentemente, o pastor viu seu nome envolvido na “Operação Timóteo”, deflagrada pela Polícia Federal, onde ele acabou sendo acusado pela imprensa de fazer parte de um esquema de corrupção quando, na verdade, tinha recebido uma oferta pessoal de um dos envolvidos.

Ainda que tenha repetidas vezes mostrado sua inocência, apresentando provas no seu programa de televisão, continuou sendo acusado falsamente por alguns jornalistas, que afirmavam ter acesso a material que corre em segredo de justiça.

“Falaram mentira até dizer chega…. Fake News! Mentira da imprensa, eu falei, eu me defendi e ninguém disse nada”, lembra. Ele também comentou a matéria de capa da revista Veja desta semana, que tenta minimizar a popularidade do pré-candidato Jair Bolsonaro nas redes sociais, assegurando que a maioria de seus seguidores são “robôs”.

Contundente, Malafaia avalia essas questões como uma maneira de a grande imprensa tentar desqualificar o jornalismo independente e o livre compartilhamento de informações nas redes sociais. “Sabe qual é o problema? A imprensa perdeu o monopólio da informação. Acabou… Durante anos a imprensa produziu fake news… Em 2014, o PT arrumou um exército para plantar notícias falsas e vocês não falaram nada, ficaram quietos.”

Conforme o pastor, o objetivo desse tipo de campanha de desinformação é “detonar os evangélicos, detonar a direita, para dizer que tudo que é notícia [não dada pela grande mídia] é fake news”.

Encerrou dizendo que “ninguém tem o monopólio da informação”, mas que eles “estão preocupados” com as redes alternativas que se beneficiam das redes sociais para mostrar os fatos.

Assista:



Assuntos: ,


Deixe seu comentário!

Mais notícias