MENU

Israel usa drones para lançar gás lacrimogêneo, evitando mais mortes na fronteira com Gaza

Nova tecnologia foi usada pela polícia de fronteira


Drones utilizados em Gaza.
Drones utilizados em Gaza.

Drones lançando bombas de gás lacrimogêneo a uma altura entre 10 e 20 metros de altura sobre os manifestantes palestinos na tentativa de invasão da fronteira nesta sexta (30) evitaram mais mortes.

A iniciativa marcou a implantação operacional de novas tecnologias por parte da polícia de fronteira. “Ele tem a capacidade de sobrevoar certas zonas e certas áreas e depois liberar gás lacrimogêneo nos locais que queremos evitar que os manifestantes alcancem”, disse o porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld.

Leia mais

Cada drone carregou 10 bombas de gás enquanto os manifestantes tentavam derrubá-los. Várias pessoas ficaram feridas na dispersão, mas a técnica evitou que eles ultrapassassem a cerca que divide a Faixa de Gaza do sul de Israel.

O uso de veículos aéreos não tripulados é uma inovação recente. Rosenfeld explica que cada minidrone foi comandado à distância. As Forças de Defesa de Israel vinham dizendo que iriam impedir a invasão da fronteira pelos palestinos que iniciavam a chamada “Marcha do Retorno”.

Pelo menos 30 mil moradores de Gaza foram para a região da fronteira nesta sexta-feira, queimaram pneus, jogaram coquetéis molotov e pedras contra as tropas do outro lado da cerca. Alguns homens tentaram instalar artefatos explosivos e foram atingidos pelos snipers israelenses.

Drones utilizados em Gaza.
Drones utilizados em Gaza.

Segundo as autoridades palestinas, foram 14 mortos e mais de 1.000 feridos nos conflitos desta manhã. Com informações de YNet



Assuntos: ,


Deixe seu comentário!

Mais notícias