Israelenses assinam petição para serem registrados como “sem religião”

Centenas de pessoas não querem ser ligados ao judaísmo. Decisão tem provado os judeus mais ortodoxos


Israelenses assinam petição para serem registrados como "sem religião"

Realmente o processo movido pelo escritor Yoram Kaniuk para tirar de seu registro civil que ele pertence a religião judaica abriu precedentes e no domingo centenas de judeus israelenses assinaram uma  petição solicitando que as autoridades do país os registrem como “sem religião”.

Esse passo separa o Estado e a religião, algo que em Israel é muito difícil de acontecer, já que os judeus ortodoxos e ultraordotoxos acabam controlando todos os aspectos da vida dos cidadãos.



Entre as pessoas que assinaram a petição estava o jornalista Uri Avnery, de 88 anos. “Israel está se transformando em um Estado teocrático no qual os ultraortodoxos controlam todos os aspectos da vida do cidadão”, afirmou ele à BBC Brasil.

“Sou um total ateu e não vejo razão alguma para que eu esteja registrado como pertencente à religião judaica e subordinado ao rabinato”, disse.

Quem também se manifestou sobre o assunto foi  Miki Gitsin, líder do movimento Israel Livre, ele diz que “centenas de israelenses não suportam mais o fato que as instituições rabínicas e os políticos ultraortodoxos controlam suas vidas e os impedem de viver de acordo com seus princípios”.



Muitos israelenses ficaram indignados com o pedido dessas pessoas e enviaram reações furiosas pela internet aos signatários dos documentos.

No site do jornal Haaretz, alguns comentavam que a secularização significaria “a morte de Israel” e que o Estado foi criado para ser judeu.

Em Israel todos que nasceram de mãe judia ou se converteram ao judaísmo são classificados como  pertencente à religião e à nacionalidade judaica. Mas há diferenças entre judeus israelenses e árabes israelenses. Quem não for judeu, por exemplo, não pode comprar terras públicas, pois de acordo com as leis locais somente um judeu pode recebê-las.

O casamento civil também é negado aos não judeus. E um homem definido como judeu só pode se casar de acordo com os preceitos do rabinato, e somente com uma mulher judia.

Com informações BBC




Deixe seu comentário!