“Jesus não seria contra os gays”, diz Edir Macedo

O fundador da Igreja Universal falou que não irá levantar bandeira contra o movimento gay


"Jesus não seria contra os gays", diz Edir Macedo

Uma pregação do bispo Edir Macedo durante o programa diário “Palavra Amiga” da última quarta-feira, dia 12, gerou bastante polêmica por afirmar que Jesus não teria nada contra os homossexuais.

“No tempo de Jesus, já haviam homossexuais e ele não disse nada e muito menos levantou uma bandeira contra o movimento”, disse o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus.

Macedo ainda alfinetou outros líderes evangélicos que travam uma verdadeira batalha contra o movimento gay. ”


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


Nós da Igreja Universal do Reino de Deus, não impomos nada contra ninguém. Há muitos crentes, pastores e igrejas levantando uma bandeira contra o movimento gay, contra o casamento homossexual, contra lésbicas, etc, etc, etc. Eu me pergunto: Jesus faria isso se estivesse vivendo no nosso tempo? Eu não creio que ele faria, porque no tempo dele já havia homossexuais, lésbicas e etc.”

Para Macedo o homossexualismo é uma escolha pessoal e nem Deus interfere nos desejos pessoais das pessoas. “Deus não quer nada imposto”, pregou o líder religioso.

“Jesus não levantou uma bandeira, ‘olha vocês têm que falar contra o homossexualismo, que é proibido, que não deve’. Nada disso. Eu não vou me envolver, não vou levantar uma bandeira criticando a pessoa porque ela é homossexual”, garantiu.

Ouça (a partir dos 20 minutos):




Deixe seu comentário!