MENU

Jogador pode perder milhões, mas diz que não nega sua fé cristã

“Acredito que a Bíblia é a verdade e, às vezes, a verdade pode ser difícil de ouvir”, afirmou.


Israel Folau
Israel Folau. (Foto: Daily Telegraph)

Embora pouco divulgado no Brasil, o rugby é um esporte muito popular em várias partes do mundo. Um dos seus grandes astros é Israel Folau, tendo na Austrália um status semelhante ao que Neymar tem no Brasil.

Porém, ele poderá encerrar sua carreira prematuramente após uma grande perseguição causada por suas declarações de fé. O astro da seleção australiana fez recentemente comentários nas redes sócias sobre gays indo para o inferno, caso não se arrependam de seus pecados.

Leia mais

O tema é bastante polêmico em seu país de origem, tendo dividido a nação em um plebiscito realizado em 2017 que acabou decidindo pela legalização do casamento gay.

Pressionado por ativistas LGBT em campanhas na internet, ele poderá ter que romper contratos com seus patrocinadores, o que lhe custaria milhões de dólares. Após reuniões com os chefes da federação de rugby, declarou: “Eu disse a eles que nunca foi minha intenção ofender ninguém com o comentário do Instagram, mas que eu nunca poderia me afastar de quem eu sou ou do que eu acredito”.

O principal atleta da equipe Wallabies disse que já havia rejeitado ofertas para jogar em grandes times do Reino Unido e do Japão, onde ganharia muito mais. Porém, preferiu ficar na Austrália por que suas prioridades são outras. Mesmo diante da possibilidade de ter o contrato rescindido com o time e perder seu status no esporte, não irá negar suas convicções, algo que confessou estar sendo pressionado a fazer.

“Nunca foi questão de dinheiro ou poder de barganha para novos contratos. Sou alguém que defende o que acredita e nunca colocará isso em jogo. Minha fé é muito mais importante para mim do que minha carreira sempre foi”, assegurou.

“Eu amo a federação de rugby, pois permitiu que viajasse por todo o mundo e conhecesse pessoas fascinantes”, explicou, mas Folau disse na coletiva de imprensa que suas convicções sobre o inferno são baseadas em textos bíblicos.

Ele conta que vem sendo questionado pela imprensa sobre “o plano de Deus para os gays”. Então voltou a falar sobre o tema. “Minha resposta a essa pergunta é: acredito que o juízo de Deus virá todos os pecadores, de acordo com o meu entendimento e dos ensinamentos bíblicos, especificamente 1 Coríntios 6: 9-10”.

O texto bíblico diz: “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus”.

Folau fez um desabafo em suas redes sociais, postando uma imagem que ilustraria as dificuldades para um cristão cumprir os propósitos de Deus em sua vida. No texto que a acompanha, o jogador diz que não abriria mão de sua fé. “Eu sei que muitas pessoas acharão isso difícil de entender, mas eu acredito que a Bíblia é a verdade e, às vezes, a verdade pode ser difícil de ouvir”, postou. Com informações Daily Telegraph

?

A post shared by Israel Folau (@izzyfolau) on



Assuntos: , ,


Deixe sua opinião!