MENU

Conselheiro de Trump: Bolsonaro trouxe esperança para América Latina

John Bolton disse que é preciso enfrentar os regimes tirânicos de Cuba, Venezuela e Nicarágua


reprodução Facebook

A eleição de Jair Bolsonaro, no Brasil, é um dos “sinais de esperança” para a América Latina, afirmou nesta terça-feira (4), o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton. Ele esteve recentemente na casa do presidente eleito e parece ter levado uma boa impressão do contato.

Durante uma conferência do jornal The Wall Street Journal em Washington, ele assegurou: “A chegada de Bolsonaro é uma enorme mudança em relação ao passado”. Citou ainda que havia uma tríade conservadora na América do Sul, formada por Bolsonaro, Mauricio Macri (Argentina) e Iván Duque (Colômbia). Ela seria oposição à  “troica da tirania”, composta por Cuba, Venezuela e Nicarágua.

Leia mais

Bolton diz estar otimista com “as perspectivas quanto a relações mais reforçadas com esses países fundamentais em formas não vistas desde o colapso da União Soviética”.

Ao falar sobre a “a troica da tirania”, foi incisivo: “Temos que enfrentar esses regimes e libertar seus povos. Acredito que em todo o continente, não é só um projeto dos Estados Unidos, cada vez mais é um projeto de todos os países democráticos da região”.



Assuntos: , ,


Deixe sua opinião!