Jovens passam o Carnaval fazendo missão social no sertão

Grupo de 88 pessoas do ES foi para Paratinga, na Bahia


Jovens passam o Carnaval fazendo missão social no sertão

Visitar a Bahia durante o Carnaval é a opção de muitos brasileiros, que desejam fazer festa atrás dos trios elétricos. Mas um grupo de 88 jovens evangélicos do Espírito Santo optou por ir ao sertão baiano e passar todo feriado do carnaval fazendo uma missão social na humilde cidade de Paratinga, sertão baiano.

Com aproximadamente 30 mil habitantes, o município pobre recebeu o grupo da Igreja Evangélica Batista de Vitória, que chegou em dois ônibus, numa viagem de 1200 quilômetros.

Foram cerca de dois meses de preparação, quando o grupo recolheu doações de roupas, alimentos, brinquedos e remédios. Eles irão presentear pelo menos 300 crianças durante toda a viagem, que termina na terça-feira.

O pastor Hermilton Júnior elogiou a disposição dos jovens, ressaltando que eles abriram mão de se divertir em outros lugares e preferiram passar esse tempo ajudando pessoas no sertão da Bahia.

“É importante ver uma juventude que não está alienada em relação às mazelas que vivemos hoje. É uma alegria muito grande ver os jovens que poderiam estar em tantos lugares, mas escolheram servir no carnaval para ajudar pessoas e, de alguma maneira, aliviar o sofrimento daquele povo”, destacou o pastor, que é um dos organizadores da viagem missionária.

Os jovens não ficarão em hotéis, optando por barracas montadas em uma base missionária.

A estudante Vivian Monteiro, 24 anos, explica sua decisão: “É tudo uma questão do que a gente acredita. A gente investe o nosso tempo e as nossas ações baseados no que a gente acredita. A gente enxerga isso como um prazer, porque estamos construindo uma coisa que vai durar a eternidade”.

Além de evangelizar e distribuir presentes, o grupo irá oferecer atendimentos médicos aos moradores de Paratinga. A odontopediatra Dannilla Filgueira é uma das duas dentistas que participa da ação. “A gente está preparado para fazer o maior número de procedimentos possíveis, como extrações e restaurações”, enfatiza. A expectativa é atender pelo menos 30 pessoas por dia. Com informações CBN




Deixe seu comentário!