Justiça ordena reintegração de Ivan Bastos como tesoureiro da CGADB

11/12/2013 - 11:58

Justiça ordena reintegração de Ivan Bastos como tesoureiro da CGADB

O recurso também beneficia o pastor Jônatas Câmara, mas a Convenção pode recorrer da decisão em Segunda Instância


O juiz José Renier da Silva Guimarães, da 5ª Vara Cível de Manaus (AM) decidiu nesta segunda-feira (9) que o pastor Ivan Bastos deve ser reintegrado ao cargo de 1º Tesoureiro da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).

Ivan Bastos foi destituído do cargo durante a AGE realizada na sede da Assembleia de Deus Belenzinho, em São Paulo, por conta de um processo disciplinar movido pela Mesa Diretora da CGADB.

Na decisão, o juiz Silva Guimarães declarou que os motivos para o desligamento do tesoureiro estavam descritos em “termos vagos e genéricos”.

“Seria de rigor que houvesse não somente a descrição do conteúdo do CD/DVD, mas também das condutas individualizadas dos autores, com a menção clara e objetiva dos tipos de ofensas proferidas contra o presidente da CGADB”, sentenciou.

O pastor foi escolhido no começo do ano para assumir a tesouraria da Convenção quando o processo contra ele e outros três pastores (Samuel Câmara, Jônatas Câmara e Sóstenes Apólos) já estava em andamento.

Por conta da eleição, o julgamento de Ivan Bastos precisou acontecer em uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) onde os pastores votaram de forma democrática sobre o caso. Com a decisão do juiz, a CGADB não pode apresentar agravo de instrumento, mas pode apelar em instância superior para não reaver o cargo do pastor.

O mesmo deve acontecer com o pastor Jônatas Câmara que também foi beneficiado pela decisão da 5ª Vara Cível de Manaus.

O pastor Samuel Câmara também conseguiu na justiça uma sentença ordenando sua reintegração. A carta com a assinatura do juiz já está na sede da Convenção, que fica no Rio de Janeiro, como comunicou o pastor Geremias do Couto em seu blog, mas a Mesa Diretora pode recorrer em Segunda Instância.



Leia mais...

CGADB é multada por descumprir ordem judicial

CGADB é multada por descumprir ordem judicial

AGE da CGADB decide adotar votação on-line

AGE da CGADB decide adotar votação on-line

Lançada primeira operadora de celular evangélica do país

Lançada primeira operadora de celular evangélica do país

CGADB tem contas bloqueadas pela Justiça

CGADB tem contas bloqueadas pela Justiça


Comentários

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz