MENU

Líderes perdem casa em incêndio, mas mantém fé em Deus

No culto de domingo várias pessoas que perderam tudo louvaram a Deus


Casas destruídas na Califórnia
Casas destruídas na Califórnia. (Foto: CBN)

Os incêndios florestais que arrasam a Califórnia estão fora do controle. São pelo menos 18 grandes focos que ainda não foram apagados pelos bombeiros. Números oficiais dão conta que morreram oito pessoas. Somente na região de Redding, o fogo destruiu mais de mil casas e desalojou dezenas de milhares de pessoas.

Várias das residências atingidas eram de líderes da megaigreja Bethel. Desde o dia 23 de julho, quando o grande incêndio começou, havia o temor que o templo evangélico fosse atingido. O rumo do fogo acabou mudando, mas a destruição é grande.

Leia mais

No domingo de manhã, milhares de membros da Bethel louvaram e cantaram sobre o amor de Deus. Entre eles estavam algumas famílias que perderam tudo (ou quase tudo) nos últimos dias.

Trabalho voluntário

A pastora Elizabeth Woning passou a última semana como conselheira voluntária. Muitos dos vizinhos na região não tinham para onde ir. Outra iniciativa da Bethel foi distribuir máscaras respiratórias, pois há muita fumaça no ar.

A Bethel não foi a única a trabalhar para tentar ajudar os necessitados. As igrejas da área estão unidas. Ben Sprague, presbítero da Igreja Comunitária Crosspointe, explica: “Somos mais de 30 igrejas reunidas, orando juntas, tentando resolver problemas, tentando pensar em uma solução melhor a longo prazo para ajudar as famílias atingidas”.

A Cruz Vermelha montou um abrigo em Crosspointe e outras cinco igrejas se uniram para apoiá-lo. A Bethel fez uma parceria com o Exército da Salvação para usar seu templo como um centro de distribuição de água e alimentos. Voluntários estão servindo refeições quentes gratuitamente, além de roupas e utensílios domésticos para aqueles que precisam.

Entre os que trabalham no local estão alguns dos 25 líderes da Bethel que perderam suas casas no incêndio. O pastor Kris Vallotton disse há muitos membros da igreja que foram forçados a abandonar seus lares com a possibilidade de serem atingidos pelo fogo.

Vallotton diz que tem compartilhado com eles a promessa de Isaías 61:3 e acredita que Deus irá trazer glória no lugar das cinzas. “É só Deus quem pode transformar cinzas em uma bela coroa. É só Deus quem pode nos dar esperança no meio de um desastra como esse”, assegura.

Novos começos

Tony Stoltzfus foi um dos crentes que perdeu sua casa, que também era seu escritório. Três dias depois de o incêndio começar, ele recebeu ordens do governo local para evacuação. “Nós jogamos nossas malas no carro. Levamos também nossos animais de estimação e nossos computadores”, explica.

Mary Lu Wonkel foi outra que teve a casa queimada. “Eu nem sabia direito o que estava fazendo”, disse ela, descrevendo como precisou sair apressadamente. “Eu só joguei minhas roupas numa mala e peguei muitas Bíblias”, lembra. Mas ela não perdeu a fé e confia nas promessas do Senhor. “Enquanto estava arrumando as coisas para sair, sabe, eu sou uma intercessora, então orei no Espírito. Eu já não tinha palavras. Antes de sair de casa, eu só ouvi Deus me dizendo ‘novos começos, novos começos”, explicou ela.

Para Stoltzfus e Wonkel e milhares de outros recém-desabrigados, a moradia é uma necessidade urgente. “Eles estão alojados nas casas de seus amigos”, conta a pastora Woning. “Alguns estão dormindo no sofá, no chão ou em qualquer espaço disponível.”

O capelão Jim Wesley, da Crosspointe, disse que alguns estão em choque. “A primeira vez que as pessoas veem sua casa queimada simplesmente caem de joelhos e choram. Por isso estamos lá para apoiá-los”, disse ele.

A Bethel já arrecadou US$ 450.000 para ajudar as vítimas de incêndio, recebendo generosas doações da Igreja Gateway, do Texas, do ministério Joyce Meyer e da rede evangélica TBN.Com informações de CBN



Assuntos:


Deixe sua opinião!