MENU

Magno Malta diz que não indicou Damares Alves

Senador afirma que a advogada é "uma pessoa preparada", mas assegura que sequer foi consultado sobre o tema


Magno Malta e Damares Alves
Magno Malta e Damares Alves

O senador Magno Malta (PR/ES) publicou um vídeo esclarecendo alguns fatos após a nomeação de Damares Alves para o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos.

“A Dra. Damares, indicada pelo presidente Bolsonaro é capaz. Ela é minha assessora há muitos anos, está comigo no meu gabinete. As minhas lutas de vida, de defesa dos valores, contra as drogas, em defesa das crianças, ela tem participado disso ativamente”, destacou.

Leia mais

Malta, que anunciou recentemente que está se afastando da vida pública, afirmou ainda que Damares: “é uma pessoa preparada, mas não é indicação minha. Ela é uma escolha pessoal do presidente, que a convidou”.

“Eu não fui comunicado, não foi eu que a indiquei como algumas pessoas pensam”, asseverou. O senador desejou “toda sorte do mundo” a futura ministra, acrescentando que continua orando pelo presidente da República.

Apoiada por quase 200 ONGs, associações e grupos religiosos, a indicação de Damares Alves não era consenso dentro da bancada evangélica, como alegaram alguns veículos de comunicação.

Nos bastidores ela foi, inclusive, criticada por deputados que não queriam ver alguém ‘sem mandato’ na posição de ministro de Estado. Outros defendiam que quem deveria ocupar a pasta era Magno Malta, algo que ele mesmo já havia descartado.

Assista!



Assuntos: ,


Deixe sua opinião!