Malásia proíbe jogo de luta que traz Jesus, Buda e Moisés

Governo se justificou afirmando que o jogo é prejudicial para a cultura local


Malásia proíbe jogo de luta que traz Jesus, Buda e Moisés

Um jogo chamado Fight of Gods apresentou uma polêmica combinação no formato de luta: É a presença de figuras famosas de diversas religiões num embate físico. Entre os presentes, estão Jesus, Buda e Moisés.

O programa esteve disponível na Steam, uma famosa loja de jogos online, e foi proibido pelas autoridades da Malásia, que impediram o acesso a Steam, sob a justificativa de que o jogo feria a cultura e religiosidade do país.

A decisão foi divulgada por meio de um comunicado emitido pela Comissão de Comunicações e Multimídia da Malásia, que pediu para que o jogo fosse tirado de circulação.

“Esta ação é necessária para proteger aos usuários e prevenir futuros incidentes. A solidariedade, harmonia e cuidado da sociedade multirracial e multirreligiosa é o principal objetivo do governo”, justificou o ministro Salleh Said Keruak.

A ideia de trazer figuras como Jesus, o profeta Moisés, Buda, o egípcio Anúbis, a deusa grega Atenas, o nórdico Odin e o japonês Amaterasu não demonstra nenhum tipo de conceito teórico no jogo. A proposta é somente uma execução de luta incomum em direção ao que fosse mais forte.

Apesar da polêmica em torno de sua proposta, Fight of Gods recebeu avaliações predominantemente positivas do público, que elogiou seus elementos gráficos e jogabilidade – seu valor está em torno de R$ 15.

A maioria da população da Malásia segue o islã. São cerca de 60% dos 29 milhões da população. Outras religiões como o Budismo (19%), Cristianismo (9%), Hinduísmo (6%) e Taoísmo (2,6%), são minorias. Com informações Tecmundo e Veja




Deixe seu comentário!