Feliciano critica Globo e defende exposição de bandeiras do Brasil em locais públicos

Parlamentar afirmou que “a nossa bandeira nunca será vermelha”


Marco Feliciano
Marco Feliciano

O deputado federal Marco Feliciano (Podemos/SP) voltou a denunciar as tentativas da Rede Globo de minimizar as manifestações patrióticas. Em um vídeo publicado nas suas redes sociais, ele comentou como um programa da emissora criticou a exposição de bandeiras do Brasil.

Nos últimos dias, milhares de pessoas saíram as ruas para protestar contra a mudança de entendimento do Supremo Tribunal Federal sobre a prisão em segunda instância, que poderia libertar todos os que foram presos pela Lava Jato. O assunto foi minimizado pela emissora, que deu destaque a manifestações em favor do ex-presidente Lula, que tiveram um número consideravelmente menor de pessoas.

A posição da emissora que chamou atenção de Feliciano foi o comentário do jornalista César Tralli, apresentador do Bom Dia São Paulo. Ele reclamou durante o telejornal da colocação de bandeiras do Brasil em algumas pontes e viadutos da cidade.

A ação foi da ONG apartidária “Eu Amo o Brasil”, que tenta promover o “resgate do patriotismo”. Não há investimento de dinheiro público, mas Tralli insistiu que seria necessário “debater” a exposição das bandeiras e que muitas pessoas podem “não gostar”.

“A que ponto chegamos?”, lamentou Feliciano. Ele lembrou que em muitos países as bandeiras nacionais são usadas com orgulho e demonstração de amor à pátria.

O deputado vaticinou: “Ora, para expor o símbolo máximo da cidadania não há o que discutir. A não ser que a Globo confirme está a reboque dos movimentos de esquerda, cujas manifestações são feitas apenas com bandeiras vermelhas! E pior, critica toda iniciativa conservadora, mesmo que isso agrade a maioria dos brasileiros”.

Conhecido por sua postura anticomunista, o parlamentar finalizou dizendo que “a nossa bandeira nunca será vermelha!”.

Assista:




Deixe seu comentário!