Marco Feliciano pedirá libertação de Yousef Nadarkhani em reunião com Ahmadinejad

O presidente do Irã chega nesta terça-feira ao Brasil e participará da Rio+20


Feliciano pedirá libertação de Nadarkhani em reunião com Ahmadinejad

Mahamoud Ahmadinejad, presidente do Irã, embarcou ontem (18) em La Paz, na Bolívia, rumo ao Rio de Janeiro. Ele chega nesta terça-feira ao Brasil, de onde segue para a Venezuela, e já pediu audiência com a presidente Dilma Rousseff para tratar de uma agenda bilateral, mas o encontro ainda não foi confirmado pela Presidência.

Caso o encontro se confirme o deputado federal, Pastor Marco Feliciano, já pediu a ministra-chefe da casa civil, Gleisi Hoffmann, para participar da reunião. O deputado pretende entregar uma carta ao presidente do Irã pedindo a libertação de Yousef Nadarkhani.

Nadarkhani foi preso em 2009 acusado de apostasia, por ter largado o Islã e se convertido ao cristianismo. Ele teve quatro chances para negar sua fé em Jesus, mas não aceitou e foi condenado ao enforcamento. Enquanto espera que o aiatolá Ali Khamenei, líder do Supremo Tribunal iraniano decida seu destino, ele tem sido assediado por autoridades muçulmanas para voltar ao islamismo.


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


Mohammad Ali Dadkhah, advogado de Yousef Nadarkhani, está sendo pressionado pelo governo do Irã para confessar na TV crimes que ele não cometeu. O profissional se tornou alvo das autoridades por defender casos como o do pastor iraniano.

Ahmadinejad visitou pela última vez a América Latina em janeiro e fez paradas na Venezuela, Nicarágua, no Equador e em Cuba.

O iraniano participa da Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável.

Feliciano pretende conseguir através desta reunião manifestar o repúdio do governo brasileiro à prisão do pastor iraniano. Além disso, caso a presidente Dilma Rousseff não aceite se reunir com o mandatário iraniano, Feliciano pretende entregar pessoalmente a carta nas mãos de Ahmadinejad.

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Ali Akbar Salehi, o vice-presidente executivo de Relações Exteriores, Hamid Baqaei, e o vice-presidente para Assuntos Internacionais, Ali Sa’eedlou, acompanham Ahmadinejad nas viagens.

Confira a carta:

Senhor Presidente do Irã.
Venho à presença de Vossa Excelência, com o respaldo de toda a comunidade cristã do Brasil, para pedir clemência ao Pastor Youcef Nadarkhani, que se encontra preso e condenado a morte em seu País pelo crime de apostasia.

Neste momento, em que o mundo se volta para o Rio de Janeiro e ao ensejo de sua vinda ao nosso País, encaminho esta Carta Aberta, juntamente como o humilde pedido deste deputado federal que é também, pastor evangélico, para que o governo do Irã reveja o processo que condenou Nadarkhani, que poupe sua vida e o devolva para sua família onde sua esposa e filhos o esperam.

Respeitamos as Leis do seu País, mas, da mesma forma como Vossa Excelência vem ao Brasil para opinar sobre a Conferência Rio + 20, nos permitimos implorar pela vida deste homem, que é nosso irmão.

Já fiz contato com a Embaixada do Irã, em Brasília, e reafirmo ao Senhor que estou à disposição das autoridades iranianas para tratar deste assunto junto às autoridades brasileiras. Prometo que vou colaborar em tudo que estiver ao meu alcance, dentro das Leis do meu País.

Brasília-DF, 19 de junho de 2012. Assinado: Pastor Marco Feliciano – Deputado Federal/PSC-SP




Deixe seu comentário!