7/10/2013 - 15:06

Marina Silva acusa PT de barrar a criação da Rede Sustentabilidade

Ao se juntar com Eduardo Campos ela pode colocar o partido no segundo turno das eleições presidenciais


Marina Silva acusa PT de barrar a criação da Rede Sustentabilidade Marina Silva acusa PT de barrar a criação da Rede Sustentabilidade

A ex-senadora Marina Silva resolveu se filiar ao PSB depois de ter o registro da Rede de Sustentabilidade negado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para ela, a não criação do partido é fruto de uma manobra política do PT.

“Há uma tentativa no país de tentar, de forma casuística, eliminar uma força política que legitimamente tem o direito de se constituir como um partido político. Vejo um risco de aviltamento da nossa democracia”, disse.

Marina concedeu uma entrevista coletiva depois de uma reunião com novos aliados em sua casa. Foi nessa coletiva que ela afirmou que o PT estava comemorando ter “abatido” o “avião” da Rede que ainda estava na pista.

A Rede de Sustentabilidade teve o registro negado por conta da falta de assinaturas suficientes. Os apoiadores conseguiram mais de 695 mil assinaturas, porém os cartórios invalidaram muitas delas e no final as assinaturas aceitas não somaram a quantidade necessária que é de 492 mil.

Boa parte das assinaturas rejeitadas foi recolhida em regiões como o ABC Paulista, reduto do PT, o que chamou a atenção até mesmo de aliados de Marina Silva que não faziam parte da Rede.

“O aparelhamento do Estado e das instituições pelo PT é insuportável. O caso da Venezuela é um populismo autoritário com inspiração militarista, aqui esse fenômeno é mais sofisticado”, disse o vereador paulistano Ricardo Young (PPS) que estava na reunião que aconteceu na quinta-feira (5) na casa da ex-senadora.

A filiação de Marina Silva no PSB pegou a muitos de surpresa e pode incomodar o PT, pois nas pesquisas de intenção de voto Dilma aparece com 35%, seguida por Marina com 26%, Aécio Neves com 13% e Eduardo Campos com 8%. Ao se filiar ao partido de Campos, Marina pode subir as intenções de voto para 34%, o que poderia levá-los ao segundo turno com a atual presidente. Com informações Folha de SP.



Leia mais...

Delator diz que campanha de Marina teve caixa dois

Delator diz que campanha de Marina teve caixa dois

Polícia Federal investiga campanha de Marina em 2014

Polícia Federal investiga campanha de Marina em 2014

Como Pregar Sem Timidez em 4 Simples Passos

Como Pregar Sem Timidez em 4 Simples Passos

Marina Silva é contra o impeachment, quer novas eleições

Marina Silva é contra o impeachment, quer novas eleições


Comentários


Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz