Missionário é morto com a Bíblia na mão, enquanto pregava o Evangelho

Jared Plesec tinha um passado de envolvimento com gangues, mas amigos dizem que ele não tinha medo de morre: “Para ele, o morrer era lucro”


Missionário é morto com a Bíblia na mão

Um missionário do Exército de Salvação foi morto a tiros na manhã de sábado (2) em Cleveland, no estado americano de Ohio. Ele estava com a Bíblia na mão e, segundo testemunhas, foi alvejado enquanto pregava o Evangelho.

Jared Plesec, de 21 anos de idade, era um jovem dedicado à sua fé e vivia para ensinar aos outros sobre Deus, testificam seus companheiros do Exército de Salvação. Ele era membro da igreja Centro Comunitário em Collinwood, ligada à denominação.

“Jared morreu enquanto compartilhava o amor de Deus. Faleceu vestindo o uniforme completo do Exército da Salvação com sua Bíblia na mão. Ele havia saído de casa em seu dia de folga para se voluntariar para pedir doações em nossa campanha de Natal”, afirmou o Exército da Salvação em um comunicado.

Segundo a missão, “Hoje, sentimos uma grande perda pois Jared foi tirado de nós muito cedo. No entanto, nos alegramos por ele estar no paraíso com seu amoroso Pai Celestial sobre quem ele falou a tantas pessoas”.

A polícia prendeu William Jones, de 27 anos, em conexão com o assassinato. Conhecido por seu envolvimento com roubo de carros, ele matou Plesec, que tentou evangelizá-lo.

Daniel Alverio, um dos líderes do Exército de Salvação na cidade, disse que o jovem missionário dedicou-se para ensinar as pessoas sobre Deus. “Eu falei com Jared muitas vezes e ele sempre dizia que não estava com medo. Eu o lembrava: ‘Jared, tenha cuidado nas ruas’. Ele respondia: ‘Não tenho medo. Eu sei para onde vou’. Para ele, o morrer era lucro”, conta.

Durante o funeral do missionário, que se converteu após um passado envolvido com gangues, muitas pessoas testemunharam sobre como Jared as levou a Cristo. Com informações Christian Post




Deixe seu comentário!