“Ovelhas de Jacó” voltam a Israel depois de mais de 2.000 anos

"E concebiam os rebanhos diante das varas, e as ovelhas davam crias listradas, salpicadas e malhadas". Gênesis 30:39


"Ovelhas de Jacó" voltam a Israel depois de 2.000 anos

A raça de ovinos que acredita-se foram criadas pelo patriarca judeu Jacó está ressurgindo em Israel. Gil e Jenna Lewinsky, um casal de judeus, criava um rebanho com 130 ovelhas no Canadá e não mede esforços para levar os animais de volta para a Terra Santa.

Havia cerca de dois mil anos que essa espécie não era vista em solo israelense. Para Jenna, eles deveriam voltar a ser o “animal nacional do povo judeu”. O rebanho ficará em fazendas nas colinas de Golan. Os criadores esperavam por uma solução que envolvia questões burocráticas entre os dois países.



O casal, que mora perto de Vancouver, explica que seu projeto foi inicialmente contestado pelo Ministério da Agricultura de Israel, pois o Canadá não estava em uma lista de nações autorizadas a fazer exportação de ovinos para Israel.

Agora, com essas questões resolvidas, a família Lewinsky comemora: “Cremos ser um valor judaico conservarmos esses animais e levar de volta essa herança perdida à família judaica”. Eles afirmam que sua intenção é preservar a tradição e ensinar “valores educacionais e científicos” para as novas gerações.

Segundo o relato bíblico de Gênesis 30, Jacó tinha recebido um rebanho de ovelhas e cabras “pintadas e salpicadas” como pagamento por seu trabalho. Sua multiplicação o enriqueceu.



Estima-se que existem menos de 5 mil dessas ovelhas e carneiros de “lã salpicada” no mundo. Entre suas peculiaridades está a possibilidade de terem até 6 chifres, não apenas dois como as ovelhas comuns. Em Apocalipse 5, Jesus é representado como um cordeiro com vários chifres. Com informações de Israel Today e Jerusalém Post




Deixe seu comentário!