27/10/2013 - 18:13

Papa afirma que católicos e evangélicos devem pedir perdão mutuamente

Francisco incentiva o diálogo ecumênico 500 anos depois da Reforma dividir Igreja


Papa afirma que católicos e evangélicos devem pedir perdão mutuamente Papa afirma que católicos e evangélicos devem pedir perdão mutuamente

O papa Francisco recebeu esta semana a visita oficial ao Vaticano de uma delegação da Federação Luterana Mundial, além de membros da Comissão luterano-católico para a Unidade. “O ecumenismo espiritual constitui a alma do nosso caminho em direção da plena comunhão, e nos permite provar já agora qualquer fruto, ainda que imperfeito”, declarou o pontífice.

“Católicos e luteranos podem pedir perdão pelo mal que causaram uns aos outros e pelas culpas cometidas diante de Deus, e invocar o dom da unidade. As dificuldades não faltam e não faltarão e serão necessários, paciência, diálogo, e compreensão recíproca”, enfatizou.

Foi publicado recentemente um texto da Comissão luterano-católica para a unidade, chamado “Do conflito à comunhão. A interpretação luterano-católica da Reforma em 2017”. Dentro de quatro anos, ocorrerão as comemorações dos 500 anos da Reforma Protestante, movimento que dividiu a Igreja. No Brasil os protestantes são mais comumente chamados de evangélicos.

Em 31 de outubro de 1517, o então frei alemão Martinho Lutero publicou suas 95 teses pedindo mudanças na Igreja Católica. Entre suas críticas, Lutero negava a infabilidade papal e sua autoridade de possuir as chaves do céu. Em 1520, referiu-se pela primeira vez ao Papa como “anticristo”. Ele e seus aliados foram excomungados pelo papa Leão X, através da bula papal Decet romanum pontificem, em 3 de janeiro de 1521.

O atual papa afirma que “Na medida em que nos aproximamos com humildade de espírito ao Nosso Senhor Jesus Cristo, estamos certos de nos aproximarmos também entre nós e na medida que invocaremos do Senhor o dom da unidade, podemos estar certos de que Ele nos tomará pela mão e Ele será o nosso guia. É preciso deixar-se tomar pelas mãos do Senhor Jesus”.

“Como pessoas que foram encontradas por Cristo, somos chamados a auxiliar os pobres e vulneráveis. A mensagem de reconciliação que nos foi confiada se transforma em esperança para um mundo fragmentado e ansiando por paz com justiça “, afirmou o presidente da Federação Luterana Mundial, Munib A. Younan durante o encontro. “Para ele, ao abordarem conjuntamente uma história comum, que inclui elementos de dor, a promessa de cura aparecerá no horizonte”.

Em seu discurso, Francisco asseverou: “Sabemos que a unidade não é primariamente fruto do nosso esforço, mas da ação do Espírito Santo ao qual é necessário abrir os nossos corações com confiança para que nos conduza pelas estradas da reconciliação e da comunhão”. Com informações de News Vaticano e Lutheran World.



Leia mais...

Papa se encontra com pastores para falar sobre unidade

Papa se encontra com pastores para falar sobre unidade

Papa Francisco prega contra os

Papa Francisco prega contra os "pecados modernos"

Líderes religiosos prometem se opor ao terror

Líderes religiosos prometem se opor ao terror "em nome de Deus"

Como Pregar Sem Timidez em 4 Simples Passos

Como Pregar Sem Timidez em 4 Simples Passos


Comentários


Deixe um comentário

1 Comentário em "Papa afirma que católicos e evangélicos devem pedir perdão mutuamente"

avatar

Ordenar por:   novos | antigos | mais votados
Priscila Oliveira
Priscila Oliveira
1 ano 10 meses atrás
Só digo uma coisa, a Bíblia diz q quando conhecemos a Verdade, somos libertos. Jesus é a Verdade. Comece a ler a Bíblia e não aceite somente as coisas q lhe dão. Assim como precisamos do alimento físico diariamente, precisamos do espiritual, Jesus mesmo disse que nem só de pão viveria o homem. Em Gálatas 1:8 diz q se um anjo descer do céu e pregar um outro evangelho, q seja maldição. Mas como saber se o q vc está ouvindo é de Deus ou não se vc não ler as Escrituras. Quem geralmente não quer que alguém tenha conhecimento,… Leia mais »
wpDiscuz