Pastor alega que membro da Igreja tentou matá-lo para ocupar seu lugar

A polícia de Rondônia investiga se o acusado tentou matar o líder religioso para ficar com seu cargo


Pastor alega que membro da Igreja tentou matá-lo para ocupar seu lugar

Um pastor evangélico da cidade de Alvorada D’Oeste, Rondônia, foi até a delegacia prestar queixa contra um membro de sua igreja que teria tentado envenená-lo. De acordo com o religioso o motivo seria o desejo do membro de assumir a igreja local.

A tentativa de envenenamento foi denunciada no dia 4 de fevereiro e nos relatos o pastor que não teve seu nome revelado contou que o acusado se ofereceu para preparar o jantar e um café na casa do pastor, mas não ficou para se alimentar.

O pastor estranhou o gosto da comida e perguntou para o irmão que estava na mesa também sentiu o gosto estranho. Os dois então suspeitaram que houvesse algo errado no prato de comida e já entenderam que se tratava de veneno.


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


Tanto o pastor como o irmão que o acompanhava na refeição passaram mal durante aquela noite e o cachorro, que comeu o resto da comida, também ficou mal, vomitando “uma baba branca muito estranha” segundo relatou o religioso.

Ao constatar que o membro tentou matá-lo o líder entrou em contato com o acusado dizendo para que ele não voltasse mais a frequentar a igreja. Mas minutos depois esse membro foi à casa do pastor acompanhado da Polícia Militar alegando que o religioso não poderia proibi-lo de assistir aos cultos.

Para a Delegacia da Polícia Civil da cidade o pastor levou uma vasilha com o restante da comida preparada pelo membro para que uma perícia fosse feita para constatar se houve ou não tentativa de envenenamento. Já as vítimas passarão por Exame de Corpo de Delito em um hospital local onde farão testes para encontrar substâncias contaminadas em seus organismos.

Com informações Rondônia Dinâmica 




Deixe seu comentário!