Pastor defende que pais ensinem aos filhos pequenos sobre o inferno

Programa de rádio online recebeu críticas de líderes cristãos


Pastor defende que pais ensinem aos filhos pequenos sobre o inferno

O teólogo John Piper, fundador do ministério Desiring God, é um pastor batista muito influente e autor de dezenas de livros. Desde que se aposentou dos púlpitos ele tem se dedicado a ministrar através da literatura e da internet.

Esta semana ele falou sobre uma questão controversa em seu podcast.

Respondendo a uma pergunta enviada por uma ouvinte, ele aconselhou aos pais cristãos que falassem com seus filhos pequenos sobre a realidade do inferno. Também lembrou-lhes que mesmo as crianças podem compreender que, através de Cristo, podemos vencer o pecado, a morte e o inferno.


  Professor Cria Curso Online p/ Bacharel Livre em Teologia com VÍDEO AULAS


O pastor afirmou que todo mundo deveria temer o inferno, lembrar que “Deus não pretende que Seus filhos vejam o inferno como seu fim, mas como uma advertência, um meio de esclarecer e estabelecer cinco grandes verdades. Isso é verdade para um garoto de 6 anos e é verdade para um garoto de 60 anos”.

Por mais difícil que seja, Piper aconselha que os pais não percam a oportunidade de tratar do assunto em casa. Em seguida, listou as verdades a que se referia: 1) temos um Deus grande e glorioso, 2) temos uma natureza pecadora, 3) a justiça será estabelecida no julgamento futuro, 4) a morte na cruz permitiu que Cristo derrotasse o inferno, e 5) podemos desfrutar da glória de uma vida de fé.

O teólogo argumenta que “o horror do inferno é um sinal do infinito valor da beleza, da bondade e da justiça de Deus”. Para ele, quando uma criança diz que tem medo de ir pro inferno, surge “uma oportunidade de ouro para ensinarmos sobre a natureza e a gravidade do pecado”.

Seu argumento principal é que, segundo a Bíblia, o inferno é a consequência de uma vida de pecado. Portanto, até mesmo as crianças precisam entender o que é o pecado e que ele tem consequências. Sendo assim, os pais deveriam usar a discussão sobre o assunto para “ampliar o entendimento dos pequenos sobre a cruz de Cristo”.

“Essa é uma grande oportunidade para que as crianças possam conhecer o Cristo vivo e as glórias do que Ele alcançou na cruz. A solução não é esconder o inferno dos nossos filhos, mas revelar Cristo e a cruz”, insistiu. Disse ainda que “Se você ensinar seu filho a não temer o inferno, por causa da fé na morte e na ressurreição de Jesus, dará a ele a oportunidade de viver uma vida sem outros temores”.

O site Christian Today mostrou que há líderes cristãos que não concordam com Piper, argumentando que crianças pequenas não têm maturidade para entender o inferno. Contudo, não foram capazes de determinar qual seria a idade ‘adequada’ para se abordar o tema.




Deixe seu comentário!