Pastor perdoa membro da igreja que tentou matá-lo

Três pessoas ficaram feridas e um fiel acabou morrendo em ataque com faca durante culto


Pastor Janson Abraham
Pastor Janson Abraham

Um pastor do Texas (EUA) conduzia um culto na casa de um fiel de sua igreja na quarta-feira (7) quando um dos membros pegou uma faca e tentou matá-lo. Atacou outras pessoas presentes, deixando um morto e três gravemente feridos.

O pastor Janson Abraham, da Igreja Harvest Tabernacle International, com sede na cidade de Corpus Christi, explicou que eles vinham fazendo cultos nas casas como parte de uma campanha de 40 dias de jejum e oração de sua congregação.

A polícia relata que atenderam a um chamado perto das sete da noite de quarta e chegando na casa encontraram várias pessoas feridas, incluindo o agressor.

As testemunhas identificaram Marco Moreno, 28 anos, como o autor do ataque. As vítimas foram encaminhadas para o hospital, mas Frank Castillo, 61 anos, não resistiu e morreu.

Moreno foi preso e responderá por homicídio e três tentativas de homicídio.

O pastor Abraham diz que havia 20 pessoas na casa e ninguém entendeu o que aconteceu. Ainda em recuperação, ele afirma que perdoa Moreno, que sofre com problemas mentais.

“Não sabemos o que o motivou a fazer isso, mas estendemos o perdão, podemos lhe oferecer nosso o amor. A mãe dele faz parte da nossa igreja. Então, vamos ajudá-la a lidar com isso”, afirmou. Ele relata que quando ocorreu o primeiro ataque, ele tentou impedir Moreno e várias pessoas o ajudaram, inclusive a mãe do agressor. Porém, o homem desferiu golpes em todas as direções, machucando quem estava em seu caminho.

Castillo morreu por que uma facada atingiu seu pescoço.

A polícia diz que Moreno tinha um longo histórico de envolvimento com álcool e drogas, mas nunca por violência.

O pastor diz que está orando pelo agressor: “Nossa oração é que ele se recupere e volte a si… que sua vida seja transformada de verdade”. Encerrou dizendo que o sentimento é o mesmo em toda a igreja: “Todos nós estamos dispostos a perdoá-lo“. Com informações Christian Post




Deixe seu comentário!