Pastor perdoa ataques à igreja e muçulmanos se convertem

Resposta a invasão do templo cristão na Turquia serviu como testemunho na comunidade


Pastor perdoa ataques à igreja e muçulmanos se convertem

Meses atrás, um grupo de radicais islâmicos tentou destruir a igreja liderada pelo pastor Matta, localizada na costa do Mar Negro, na Turquia. Os dados completos são mantidos em sigilo por questões de segurança, mas seu testemunho tem sido divulgado pela Christian Aid Mission.

Na tentativa de combater o ódio crescente demonstrado pelos muçulmanos em relação aos cristãos, o pastor anunciou publicamente que não prestará queixas às autoridades e perdoou aqueles que o perseguem. Ele explica que após vários muçulmanos aceitarem a Cristo por causa do se ministério, acabou atraindo a ira dos seus vizinhos.



Certo dia, um grupo invadiu o pátio da igreja gritando o slogan jihadista, “Allahu Akbar” [Alá é grande] e começaram a depredar a propriedade. Após o caso ser registrado na polícia, chegou até o tribunal local. Porém, diante do juiz, no momento em que poderia formalizar a acusação, o pastor anunciou que, por estar “compelido pelo amor de Cristo” anunciou que “o Senhor me manda perdoar”.

Durante o julgamento, ele foi interrogado se estava sendo ameaçado pelos extremistas e por isso mudara de ideia. Ele explicou que não. “A única coisa que eu quero é que saibam que não somos pessoas más”, afirmou ele na sala da corte. O magistrado insistiu que mesmo o pastor não querendo formalizar a queixa, ele, como juiz, abriria investigação pelos danos causados a um local de culto.

Foi então que Matta explicou diante de todos que, aquilo que os homens tentaram usar para   o mal, Deus usou para o bem. Os relatos sobre o ataque e a resposta da congregação, que preferiu orar pelos seus perseguidores se espalhou rapidamente por toda a região. Curiosos, muitos muçulmanos começaram a visitar a igreja.



“Louvamos a Deus porque, após o ataque, nossa reação foi divulgada por muitos jornais, e as pessoas começaram a nos visitar”, comemora o pastor Matta. Esclareceu ainda que foi inspirado pelas palavras de Êxodo 14:14: “O Senhor pelejará por vós, e vós vos calareis”.

O pastor explica que nos últimos tempos, os muçulmanos estão aceitando a Jesus “em um ritmo espantoso”, sendo atraídos pelo o amor e compaixão demonstrados pelos cristãos. Ele compartilhou que muitos fugitivos das áreas controladas pelo Estado Islâmico (EI) encontraram refúgio na Turquia.

Matta explica que ministra para os refugiados cristãos que não podem se esquecer as palavras de Jesus Cristo em Mateus 5:43-44: “Amem os seus inimigos”. Para o líder religioso, somente o amor de Deus poderá derrotar o ódio que se espalha na região. Com informações de Gospel Herald




Deixe seu comentário!