MENU

Socialista, novo premiê espanhol nega-se a jurar sobre a Bíblia em posse

É a primeira vez que um primeiro-ministro rejeita abertamente símbolos religiosos na Espanha


Pedro Sánchez
Pedro Sánchez faz o juramento durante a cerimônia de posse. (Foto: Fernando Alvarado/Pool via REUTERS)

Praticamente todas as manchetes mundiais sobra a escolha do novo primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, destacaram que ele era um socialista convicto. Durante o juramento na cerimônia de posse, onde estava presente o rei espanhol Felipe VI, chamou a atenção sua rejeição pelos símbolos religiosos.

A Espanha é majoritariamente católica e a tradição, desde a redemocratização, na década de 1970, sempre havia uma Bíblia e um crucifixo sobre a mesa para o juramento de posse dos premiês.

Leia mais

Pedro Sánchez, líder do partido Socialista, tomou posse neste sábado (2), em substituição ao conservador Mariano Rajoy. Ele optou por jurar lealdade pondo a mão sobre a Constituição da Espanha.

Essa decisão revela as convicções pessoais de Sánchez, sabidamente ateu e que sempre defendeu o fim do ensino religioso nos colégios públicos. Com informações BBC




Deixe seu comentário!