MENU

Teólogo fala sobre presença do pentecostalismo na esfera pública

Autor defende que as Assembleias de Deus participam da política desde a década de 30


Pentecostalismo na esfera pública
Pentecostalismo na esfera pública

Depois de quatro anos de pesquisa de doutorado, Osiel Lourenço de Carvalho se inspirou para escrever seu primeiro livro: “Pentecostalismo na Esfera Pública”. Seu trabalho confronta os críticos que dizem que “o movimento pentecostal é constituído de pessoas alienadas e sem compromisso com o país”.

Lourenço é doutor em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo, professor na Faculdade Refidim e um dos coordenadores da UNIAADJO – União dos Adolescentes da Assembleia de Deus em Joinville.

Leia mais

“Eu fiz uma análise histórica, sociológica e teológica a respeito da participação da Assembleia de Deus nas esferas públicas do Brasil”, conta. O autor discorda que a denominação tenha começado seus trabalhos políticos só a partir da década de 80.

“Eu defendo que há participação dos assembleianos na política desde 1930, pra isso eu usei o jornal ‘O mensageiro da paz’ para ilustrar os momentos em que a Assembleia de Deus participou dos movimentos políticos”, disse.

Foram analisados mais de cem exemplares do periódico pentecostal. O lançamento oficial do livro aconteceu no domingo (25) na Câmara Municipal de São Bernardo do Campo, SP.

Na ocasião Lourenço palestrou sobre “A Integridade da Família e da Infância”. O livro também será lançado na Assembleia de Deus de Santo André, SP, Ministério do Belenzinho.



Assuntos: , ,


Deixe sua opinião!