MENU

Polônia fará plebiscito para incluir “valores cristãos” na Constituição

Presidente Andrzej Duda diz que decisão “servirá como indicador das mudanças que a sociedade quer”


Andrzej Duda
Andrzej Duda, presidente da Polônia. (Foto: Getty Images)

A exemplo da Hungria, a Polônia não se envergonha de suas raízes cristãs e está propondo uma mudança que irá colocar o país na contramão do globalismo que impera na Europa.

Em anúncio na TV esta sexta (20), o presidente da Polônia, Andrzej Duda, propôs a realização de um plebiscito para estabelecer mudanças na Constituição. Marcado para ocorrer nos dias 10 e 11 de novembro, quando será comemorado o centenário da recuperação da independência do país.

Leia mais

A Constituição polonesa é de 1997, mas o governo atual acredita que é preciso ouvir a vontade popular antes de fazer as mudanças propostas. No plebiscito, serão apresentadas questões sobre a posição da Polônia em relação à Otan e à União Europeia.

Outro aspecto de destaque é a consulta sobre a inclusão de “referências aos valores e herança cristã polonesa”.

Segundo Duda, “O resultado do plebiscito não será vinculativo, mas servirá como indicador das mudanças que a sociedade polonesa quer para sua Constituição”. O Senado deve votar na próxima semana se as datas propostas para a consulta popular serão nas datas previstas pelo chefe do Estado polonês. Com informações das agências



Assuntos: ,


Deixe seu comentário!


Mais notícias