Crivella toma posse agradecendo a Deus, aos evangélicos e à Universal

Ex-senador falou que prefeitura era graça de Deus


Crivella toma posse agradecendo a Deus e à IURD

A posse do novo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB) foi marcado pelo reconhecimento a Deus e aos evangélicos que foram decisivos para sua eleição. Bispo licenciado da Igreja Universal, o ex-senador deixou isso claro no seu  discurso: “Agradeço a Deus por esse momento. Nenhum de nós o recebe como mérito pessoal, mas como graça. Agradeço muito pela bondade infinita e pelo amor inexplicável que Deus tem por cada um de nós”.

Em seguida, também agradeceu aos “90% dos evangélicos do Rio de Janeiro” que votaram nele no segundo turno. Segundo o político, isso “nunca tinha acontecido”. “Tenho que agradecer ao povo da Igreja Universal, ao povo da Igreja Batista, que votaram em nós”, lembrou, passando a citar outras denominações. Havia vários pastores presentes na cerimônia, incluindo Silas Malafaia, que se tornou um de seus maiores aliados nos últimos meses.



Ressaltou ainda que durante a última campanha eleitoral, esteve “próximo” da Igreja Católica, fazendo referência especial ao arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta, que estava presente na cerimônia. Crivella sublinhou que “nem nas minhas previsões mais otimistas que isso um dia aconteceria”.

Enfatizou que dom Orani deixara claro durante o pleito que as acusações sofridas pelo então candidato não eram mais importantes do que a fé nos valores cristãos, como a defesa da família.

Além dos aspectos religiosos, o discurso lembrou os aspectos econômicos, pois a cidade enfrenta não são a cidade do Rio de Janeiro, mas todo o país.  Anunciando cortes no número de secretarias, enfatizou que sua administração implementará uma reforma tributária para “tornar o regime mais justo”. Com informações Uol




Deixe seu comentário!