MENU

PT pede doações para quitar as contas da campanha de Haddad

Partido alega que isso “fortalece a democracia”


Pronunciamento da derrota de Fernando Haddad
Pronunciamento da derrota de Fernando Haddad. (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)

O Partido dos Trabalhadores (PT) está pedindo, através de suas redes sociais, que seus eleitores façam doações. A sigla precisa fechar as contas da campanha à presidência de Fernando Haddad e Manuela D’Ávila (PCdoB).

“Ajude a encerrar nossas contas e fortaleça a resistência”, diz a publicação que aponta para uma “vaquinha virtual” no site oficial do partido. A mensagem no site diz: “Até o dia 15 de novembro vamos manter a arrecadação on-line. Se você não puder contribuir, ajude divulgando por WhatsApp, pelas redes, por e-mail para seus amigos, conhecidos. É pelo Brasil, é pela democracia!”.

Leia mais

Campanha derrotada custou 20 vezes mais

O PT tem até o dia 17 de novembro para realizar a prestação de contas junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A campanha do petista Fernando Haddad gastou 20 vezes mais do que Jair Bolsonaro. Segundo dados disponíveis do TSE, a chapa derrotada declarou, até agora, despesas de R$ 34.400.867.

Por sua vez, Bolsonaro registrou na Justiça Eleitoral um total de R$ 1.721.537 como gastos. Ele abriu mão do Fundo Partidário a que teria dinheiro e arrecadou cerca de R$ 3,5 milhões através de doações de apoiadores.

O presidente eleito anunciou que gostaria de doar “sobra” para a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG) onde foi operado após ser vítima de um ataque a faca, no dia 6 de setembro.

O montante beira os 2 milhões de reais, mas o TSE o proibiu de fazê-lo.



Assuntos: , ,


Deixe sua opinião!