MENU

Líderes religiosos podem ajudar na preservação do meio ambiente

Pesquisadores suecos acreditam que o discurso das religiões sobre a biodiversidade poderá salvar o planeta


O papel influenciador dos líderes religiosos poderá ajudar na preservação do meio ambiente, é nisso que os pesquisadores da Universidade Sueca de Ciências Agrícolas (SLU), na Suécia, acreditam.

Em um estudo realizado pela instituição, ficou provado que ao longo da história essas lideranças sempre se posicionaram em favor das mudanças desejadas e assim conseguiam influenciar os fiéis para lutarem pelas mesmas causas.

Diante desta constatação, os pesquisadores suecos separaram os continentes por suas influências religiosas: A América Latina é influenciada pela Igreja Católica, o Sudoeste asiático pelo budismo, a Índia pelo hinduísmo e a Ásia menor, nordeste e centro da África pelo islamismo.

Leia mais

“Nossa análise indica que a maioria das áreas mais importantes se encontra em países dominados pelo cristianismo, especialmente pelo catolicismo romano”, diz Grzegorz Mikusinski, coordenador do estudo.

Na visão dos pesquisadores, assim que os membros de grupos religiosos começarem a se preocupar com a preservação da natureza a ideia será propagada e aceita pelos fiéis.

O estudo do SLU entende que o tema não vai fugir da pregação de todas as religiões, já que a maioria delas sempre pregou sobre atitudes moralmente boas. O pesquisador Mikusinki tem fé de que os religiosos poderão fazer “milagres” com seus discursos quando passarem a abordar o tema da biodiversidade.

A eleição do papa Francisco encheu os pesquisadores de esperança, já que o nome escolhido por Jorge Bergoglio faz referência ao santo Francisco de Assis que defendeu as causas ecológicas.



Assuntos: , ,


Deixe sua opinião!