Judeus comemoram hoje o ano novo de 5773

16/09/2012 - 14:29

Judeus comemoram hoje o ano novo de 5773

Data marca o período de avaliação da vida e arrependimento


A celebração do Ano Novo Judaico, o Rosh Ha Shaná (“Cabeça do Ano”, em Hebraico), tem início ao pôr do sol deste domingo, 16 de setembro. Comemorada em todo o mundo, a celebração dura dez dias, e culmina com o dia do Perdão, o Yom Kippur, quando os judeus praticantes fazem jejum de 25 horas, acompanhado de orações nas sinagogas.

Enquanto o mundo segue o calendário cristão e está 2012 depois de Cristo, ao surgir a lua no céu desta noite os judeus comemoram o início do ano 5773 do seu calendário. Segundo a tradição, ele teria se iniciado no dia da criação do homem e do mundo.

Leonardo Alanati, rabino da Congregação Israelita Mineira, ensina que o Ano Novo Judaico difere do tradicional reveillon dos brasileiros. “Na noite do Rosh HaShaná, os judeus vão à sinagoga orar e ouvir o toque do shofar, uma espécie de berrante feita com chifre de carneiro. Depois das orações, as famílias se reúnem para jantar, trocam presente, flores e consomem alimentos simbólicos. Apesar de o significado ser totalmente diferente, o espírito se assemelharia mais ao do Natal em outras culturas”, explica.

O rabino Leonardo enfatiza: “O Ano Novo Judaico passa uma dupla mensagem. De um lado, felicidade, paz e saúde. De outro, representa uma reavaliação de cada um e uma oportunidade para pedir perdão e iniciar um novo ciclo”.

O Shaná Tová, saudação que significa “um bom ano” marca esse período do ano especial para os judeus, orações são mais longas e são feitos 100 toques do shofar. Os dez dias entre “RoshHaShaná” e o “Yom Kipur”, são chamados de “Iamim Noraim” (dias temíveis). Nesse período, os israelitas continuam a fazer o balanço dos atos passados e comprometem-se com a mudança e o arrependimento, explica Marcus Strozberg,  presidente da Sociedade Israelita do Estado do Ceará.

Marcus enfatiza que o calendário judaico é lunar, por isso a data é comemorada em dias diferentes todos os anos, mas sempre na mesma época. Segundo a tradição judaica, Adão e Eva foram criados no primeiro dia do mês de “Tishrei”, que foi o sexto dia da Criação.

No calendário judaico existem doze meses no ano, e há doze Tribos em Israel. Cada mês do ano judaico tem sua tribo representativa. O mês de Tishrei é o mês da Tribo de Dã. Isto tem um significado simbólico, pois quando Dã nasceu, sua mãe Lea disse: “Deus julgou-me e também atendeu à minha voz.” Dan e Din (Yom HaDin, Dia do Julgamento) são ambos derivados da mesma raiz, simbolizando que Tishrei é a época do Julgamento Divino e do perdão.

Assista reportagem:

Com informações Diário do Nordeste e EM



Leia mais...

Israel inaugura melhor sistema antimíssil do mundo

Israel inaugura melhor sistema antimíssil do mundo

PSC investe em relação com Israel

PSC investe em relação com Israel

Israel reforça sites para evitar ataque dos Anonymous

Israel reforça sites para evitar ataque dos Anonymous

Países árabes oferecem

Países árabes oferecem "proposta de paz" para Israel


Comentários

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz