MENU

“Sature sua família com as Escrituras” para proteger seus filhos, pede John Piper

Teólogo lembra a responsabilidade dos pais em ensinar a Palavra de Deus


John Piper
John Piper

Criar filhos para resistir a uma cultura cada vez mais saturada de pornografia é um desafio para muitas famílias. O renomado autor John Piper destacou em um de seus programas de rádio, que o Evangelho deve ser um tema constante na conversa entre pais e filhos.

Em resposta a uma pergunta de uma mãe preocupada com o tema, o teólogo reformado ofereceu vários conselhos. “Procure ser totalmente autêntico em seu amor por Cristo, sua alegria nele e seu deleite em seus caminhos. Você não pode forçar a satisfação de uma criança em Deus quando não parece que o Senhor está satisfazendo mamãe e papai”, disse Piper, destacando que o objetivo da vida cristã é um profundo relacionamento com o Pai celestial.

Leia mais

“Sature sua família com as Escrituras. Fale sobre isso de manhã, tarde e noite”, continuou ele, lembrando do texto de Deuteronômio 6:7-8. “Fale sobre isso quando você se levantar, quando fizerem as refeições, quando estiverem no carro. Fale sobre a palavra de Deus, e procure ajudar seus filhos a entenderem isso. Trate a Bíblia como a autoridade absoluta em sua vida. Ore para que as crianças cresçam acreditando que este livro é a mais alta autoridade no universo sob Deus”.

Para reforçar ainda a fé e estar pronto para ir contra todos os tipos de pecado, Piper recomendou fazer do Evangelho um “tema constante” no lar. “Lembre sempre aos seus filhos que Cristo morreu pelos pecadores, e que Ele nos oferece uma maneira de restaurar a comunhão com Ele mesmo quando falhamos. Todas as crianças falham. Todos eles fazem coisas ruins. Sua consciência também os incomoda”, assegurou.

Destacando que mesmo sendo criados em um ambiente cristão, Piper insiste que os filhos “precisam ser lembrados com frequência sobre a maneira como o Evangelho lida com o fracasso e o pecado, diferentemente do mundo. Caso contrário, eles se tornarão crentes fracos e esconderão seus pecados, por não saberem como tratar com Deus, muito menos com seus pais”.

Também pediu que os pais passem mais tempo com seus filhos, tentando estabelecer uma relação forte.  “Pergunte coisas além do que um breve ‘Como vai você?’ Fique sozinho com eles em algum ambiente que estejam confortáveis e ouça o coração deles, conheça seus sentimentos, seus medos, suas esperanças, os desafios que sentem na escola. Não se contente com uma resposta simples e superficial. ”

Encerrou dizendo que além de manter vigilância sobre o que as crianças veem na televisão ou acessam nos celulares, o ideal é que os pais desenvolvam o hábito de orar e jejuar pelos filhos. “Talvez seja uma boa fazer isso uma vez por semana. Vocês dedicam o tempo do almoço para orarem juntos por meia hora. Interceda para que Deus use seu poder sobrenatural para trabalhar na vida dos seus.”



Assuntos: , ,


Deixe sua opinião!

Mais notícias