Se você não é confrontado pela cruz, você é um missionário de Satanás, alerta pastor

Teólogo acredita que muitas dentro da igreja entendem errado a doutrina da cruz


Se você não é confrontado pela cruz, você é um missionário de Satanás

O pastor Tim Keller, conhecido no mundo todo pelos seus livros, declarou nesta quarta-feira (5) durante a conferência anual da Gospel Coalition que a “cruz de Cristo é ofensiva de todas as maneiras”, sendo fundamental para a compreensão da fé cristã.

Durante muitos anos Keller foi pastor da Igreja Presbiteriana Redentor em Nova York, mas agora irá dedicar-se a escrever livros e treinar novas lideranças. A Conferência da Gospel Coalition, voltada para pastores e líderes, é uma das mais importantes dos EUA na atualidade.



Durante sua palestra no evento, Keller falou sobre a passagem bíblica de Gálatas 6. A fim de aceitar a importância central da cruz, afirmou o teólogo, é preciso entender “o escândalo da cruz”.

“Se você não entende a doutrina da cruz, nunca irá segui-la verdadeiramente, a menos que sinta-se ofendido por ela”, assegurou o pastor. “A cruz é ofensiva para todo mundo … E se você não refletiu seriamente com sobre ela, não sentiu-se incomodado, se você nunca lutou contra ela, acho que então você não entendeu. Portanto, ela não vai mudar você. ”

Segundo Keller, entender a cruz de Cristo é algo fundamental para a transformação de um crente. “Se uma pessoa quer uma cura profunda, deve entender a doutrina da cruz. Sua vida não será mudada, o mundo não será mudado a menos que você entenda a doutrina da expiação”, acrescentou.



“Quando você entende errado a doutrina da cruz, está fazendo o jogo de Satanás. Você é um missionário de Satanás… Há muitas pessoas no mundo, inclusive dentro da igreja, que entenderam errado a doutrina da cruz, mesmo que ela seja a base de tudo [na vida cristã]”.

A palestra de Keller encerrou a conferência da Gospel Coalition, realizada este ano em Indianápolis. O tema de 2017 foi “Nenhum outro evangelho: 500 anos da Reforma e Além”.

As declarações de Tim Keller ganham maior repercussão por que ele recentemente perdeu o prêmio Kuyper, do Seminário Teológico de Princeton, após grupos liberais de sua própria denominação protestarem junto à instituição de ensino por causa das posições “conservadoras” do pastor, que se nega a aceitar o casamento homoafetivo e a ordenação feminina. Com informações Christian Post




Deixe seu comentário!