Silas Malafaia pede boicote ao Boticário por comercial que promove homoafetividade

O religioso se posiciona contra o comercial de O Boticário


Silas Malafaia pede boicote ao Boticário

O pastor Silas Malafaia criticou a propaganda do Dia dos Namorados de O Boticário que mostra casais heteros e homossexuais. Em um vídeo gravado para comentar a propaganda, o pastor voltou a dizer que o homossexualismo é um comportamento e deixou claro que assim como as pessoas são livres para criticá-lo, ele também pode falar contra o que não concorda.

“Existe uma gama de empresas agora fazendo propaganda da relação gay. Eu sou contra, é um direito meu”, afirmou ele convocando quem acredita na família milenar para se posicionar e preservar a relação entre homem e mulher.

“Eu tenho direito no Estado democrático de direito de fazer campanha contra qualquer um que venha colocar um novo paradigma na sociedade”, afirmou.


  Professor ensina a cantar afinado em 61 dias


Malafaia pede para que todos que não concordem com a prática boicotem os produtos das empresas que estão promovendo a causa gay. “Eu não estou aqui querendo impedir ninguém de ser homossexual não, quero deixar bem claro que as pessoas têm direito [de serem gays]”, esclarece.

Para o pastor assembleiano, que sempre se manifesta sobre este tema, as propagandas que defendem a causa gay fazem parte de uma tentativa de ensinar o comportamento homossexual para jovens e crianças e por isso ele pede para que essas marcas sejam boicotadas.

“Quero convocar as pessoas que acreditam em macho e fêmea, neste estilo de família (…) a não comprarem produtos dessa marca. Vamos dizer não”, diz.

Assista:




Deixe seu comentário!