MENU

Evangélicos criticam Malafaia por trazer Mike Murdock ao Brasil

Manifestações em blogs e redes sociais mostra insatisfação com presença do americano


Nos últimos dias, vários blogs evangélicos fizeram duras críticas ao pastor Silas Malafaia por estar novamente trazendo ao Brasil o pastor Mike Murdock. A reação nas redes sociais indica que as pessoas já anteveem algum pedido financeiro que voltará a ser ecoado no meio secular.

A polêmica e as críticas tem surgido constantemente, desde que Malafaia começou a trazer ao seu programa pregadores como Mike Murdock e Morris Cerullo. Todas as vezes que esses televangelistas de fama internacional participaram do Vitória em Cristo, surgiram polêmicas.

Leia mais

Tudo começou em 2009, com o lançamento da Bíblia de Batalha Espiritual e Vitória Financeira onde Morris Cerullo trouxe uma revelação: como era o ano “9”, a oferta que ele pediu foi de R$ 900 reais.

Na primeira visita de Murdock, em 2010, foi o lançamento de um plano para arrecadar R$ 1 bilhão. O dinheiro seria empregado em evangelização em todo o mundo e manutenção de programas de TV em pelo menos 140 países. Malafaia batizou o plano de “Clube de 1 milhão de Almas“. Cada fiel que aceitasse colaborar teria de doar R$ 1.000. O site do Clube ainda está no ar, mas registra que só foram alcançadas 67.315 almas.

Mike Murdock também ensinou na época sobre finanças e disse que as pessoas que fizessem doações veriam toda a sua família ser salva e que apareceria alguém muito rico para abençoar o ofertante.

Em 2011, foi a vez do Programa Vitória em Cristo mostrar o pastor Morris Cerullo trazendo uma revelação sobre “um tempo extraordinário de Deus” e pedindo que os telespectadores fizessem uma oferta especial de R$ 911 reais. Cerullo explicou que o número 11 tem uma significância profética, pois o ele significa “nada faltando”, por isso a oferta terminava com 11. Em troca o doador receberia uma Bíblia de Oração.

Já em 2012 teve a volta de Murdock, com ênfase no recebimento dos dons do Espírito de Deus. Foi colocado um desafio financeiro para ajudar a dar continuidade nos trabalhos da Associação Vitória em Cristo. Convidou os fiéis a assumir um compromisso mensal a partir de R$ 30, mas o pastor americano pediu para que 3.000 fizessem um desafio de ofertar R$ 1.000.

No ano passado, o pastor Murdock fez o lançamento da campanha “Campeões da Fé”, onde foi prometida uma visitação extraordinária do Espírito Santo e a cura de doenças. A oferta era de R$1.000,00. O conferencista americano pediu que 3 mil pessoas participassem deste projeto, o que renderia pelo menos R$3 milhões. Quem aceitasse seu desafio, receberia o livro “O Desígnio” de sua autoria. Alertou ainda que os empresários que dessem R$ 12.000 veriam seus negócios dobrar.

Para 2014 o pastor Malafaia já anunciou que em dois sábados, 1 e 8 de fevereiro, os telespectadores poderão assistir no programa Vitória em Cristo mais uma vez os ensinamentos do Dr. Mike Murdock. O convidado falará novamente sobre dinheiro e, segundo o site do programa, lançará novamente a campanha Campeão da fé, que consiste em uma aliança de fé com Deus.

Certamente o programa causará polêmicas como das outras vezes, afinal por ser adepto da chamada Teologia da Prosperidade, Murdock recebe críticas por onde passa. O ex-missionário Brian “Trey” Smith, que trabalhou com ele, publicou um livro-bomba chamado “Thieves: A dirty TV pastor and the man who robbed him” [Ladrões: um pastor da TV desonesto e o homem que o roubou], onde descreve, com riqueza de detalhes, os bastidores do ministério de Murdock e sua obsessão, a exemplo de Salomão, por mulheres e riquezas. Entre as muitas acusações está a que Murdock explora as pessoas ao fazer promessas em nome de Deus, enquanto mantém uma mansão no Texas, com vários carros de luxo na garage, tem seu próprio avião e vive acompanhado de prostitutas de luxo.

Assista:
[youtube code=”_gt-UWU33M4″ start=”2332″ end=”2377″]



Assuntos: , ,


Deixe seu comentário!


Mais notícias