Unidade médica cristã atenderá mais de 100 mil refugiados

A construção foi financiada por pessoas em diferentes locais do mundo.


Unidade médica cristã atenderá mais de 100 mil refugiados

Uma iniciativa promovida pelos integrantes da Adventist Help e da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) no Curdistão, trará unidade médica em território iraquiano e pretende alcançar 100 mil pessoas.

A unidade médica de urgência, que está em levantamento desde o início do ano, se localizará na cidade de Mossul, no Iraque, onde a luta contra o terrorismo tem sido intensa e a situação de calamidade pública é notável.

A ação visa promover ajuda aos moradores da região que, por conta das guerras, tem sofrido com a violência, o calor extremo, e a escassez de alimentos e remédios. Muitos refugiados estão no acampamento de Hasan Sham U2, que fica ao leste do município de Mossul.

O médico Michael Von Horsten está à frente do projeto afirma que a construção do hospital está a caminho conforme planejado e que, ainda por cima, trará novidades aos refugiados do acampamento.

“A ADRA e a Adventist Help começaram a segunda fase da obra, que se divide em unidade de primeiros socorros, unidade para cuidados de saúde mental e unidade odontológica, no campo de refugiados Hassan Sham U2”, disse.

A construção foi financiada por pessoas em diferentes locais do mundo. Os valores foram coletados sob organização das instituições adventistas e também da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Queremos agradecer o esforço da Divisão Sul-Americana, na pessoa de Paulo Lopes, que vai nos ajudar aqui a trabalhar em boas condições, e também à ADRA Internacional, que está nos dando um apoio para nossas atividades”, disse Marcelo Dornelles, diretor da agência humanitária adventista no Curdistão.

O projeto também conta com a ajuda de voluntários das mais diferentes áreas de saúde para que possam ajudar os refugiados pelo tempo que considerem possível. Os candidatos devem entrar em contato com as respectivas instituições com seus currículos.




Deixe seu comentário!