Participação de Kleber Lucas em Amor à Vida divide opiniões

O cantor se apresentou no culto de réveillon da igreja que faz parte da trama durante o momento da Ceia do Senhor


Participação de Kleber Lucas em Amor à Vida divide opiniões

A participação do cantor Kleber Lucas na novela “Amor à Vida” dividiu a opinião dos leitores do Gospel Prime. Muitos acreditam que, ao aceitar o convite da Globo, o cantor abriu espaço para a pregação do evangelho. Outros, porém, afirmaram que luz e trevas não se misturam.

Grande parte do público evangélico é avesso às novelas, especialmente as da emissora carioca, por disseminarem estilos de vida que vão de encontro com os ensinamentos bíblicos.

Há quem acredite que novelas como “Amor à Vida” e cristianismo são assuntos tão dissonantes que a participação de um cantor evangélico na trama é o mesmo de uma apresentação gospel dentro de uma cerimônia de outra religião.


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


“Acho que para falar da salvação existe outros meios, um deles seria rejeitar participar de uma novela que só tem maus exemplos de vida”, escreveu Joelma Xavier de Oliveira na enquete da fanpage do Gospel Prime.

Para Lays Souza Kleber Lucas, ao aceitar contracenar na novela, prestou seu apoio à trama e a tudo o que ela prega. “Ele está praticamente apoiando essa novela, que só veio para alimentar as mentes das pessoas de alguns assuntos para contrariar o que está escrito na Bíblia”, disse ela.

Marta Ribeiro não apoia, mas vê a participação do artista gospel como uma forma de evangelismo. “Não estou defendendo, mas se a novela fala sobre tudo isso citado, acredito que o Kleber Lucas não foi lá representar isso. Mas mostrou a diferença entre quem segue a Cristo e quem não segue. Se a Globo manipula o povo, que bom, com o lado sério do povo Cristão que estão mostrando (se para ter audiência ou não) muitos poderão ser manipulados para o lado da mudança.”

É possível evangelizar em uma participação de poucos minutos na TV? A internauta Alice Kelly Gama da Silva acredita que não. “Ninguém vai prestar atenção no que ele falar na novela de uma emissora que só transmite orgias, adultério, homossexualismo, prostituição e por aí vai.”

Apresentação da ceia também levanta debate

Kleber Lucas participou do culto fictício de final de ano da igreja que faz parte da novela. Enquanto ele cantava, os figurantes distribuíam pão e vinho representando a Ceia do Senhor.

A encenação foi outro assunto debatido pelos nossos leitores. “Achei lindo o batismo, mostraram bem como é a ceia também. A participação dele [Kleber Lucas] foi ótima”, disse Giovanna Meotti que continua sua opinião dizendo: “Tem muitas pessoas que nunca entraram em uma igreja evangélica, Deus usa o diabo muitas vezes pra abençoar quem precisa, no caso a Globo, que querendo prejudicar os ‘crentes’ está mostrando como é um culto, pelo menos até agora não vi nenhum desrespeito. O povo gosta de julgar, tem que vigiar e orar, mas eu to feliz pelas pessoas que podem ser abençoadas vendo um pedaço da novela que presta.”

Mas para Abrão Silva o momento tão santo como a Ceia não pode ser banalizado. “Uma coisa tão santa e tão linda que é a ministração da Ceia, e o povo escarnecendo isso numa novela suja. Faça-me favores. Ridículo”, opinou.

O pastor Antônio Nemer Bordin, presidente da Assembleia de Deus em Itajaí, acredita que “isso nunca foi, nunca é e nunca será pregar o evangelho a toda criatura”. Ele acredita que o cantor foi “buscar fama aparecendo nas telas da TV Globo”. Para ele, a cena ridicularizou o sacramento da Ceia do Senhor.

Assista:




Deixe seu comentário!