9/08/2014 - 13:36

É possível um cristão votar no PT? Silas Malafaia critica ideologia do partido

Ele também cita que o partido procura os evangélicos durante a eleição e depois apresenta projetos contra os valores cristãos.


É possível um cristão votar no PT? Silas Malafaia critica ideologia do partido Mafalaia detona PT, suas ideologias e seus ídolos

O pastor Silas Malafaia gravou um vídeo esta semana para falar sobre política e responder a um questionamento bastante comum nessa época de campanha eleitoral: É possível um cristão votar no PT?

Antes de começar a explicar, Mafalaia reafirma que não demoniza partidos e que todos têm a liberdade de votar em quem quiser, até mesmo em partidos de ideologia marxista.

O presidente da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) e da Associação Vitória em Cristo (AVEC) explicou também porque apoiou o PT em 2006 e agora não apoia mais o partido. “Eu presenciei toda a bancada do PT fazendo força para aprovar o aborto, foi derrubado [o projeto]”, disse. O pastor também comentou sobre o trabalho dos deputados e senadores petistas que queriam aprovar o PLC 122/2006.

O vídeo tem quase 14 minutos e Malafaia fala sobre diversos projetos polêmicos que a bancada do PT apoiou, falando até mesmo das movimentações políticas que os deputados da legenda criaram para tirar o deputado pastor Marco Feliciano da Comissão de Direitos Humanos e Minorias em 2013.

“Como é que alguém que defende o aborto tem a audácia de achar que tem autoridade nos direitos humanos? Tentaram detonar, impediram, esculhambaram… foi uma guerra na Comissão de Direitos Humanos!”

Falando diretamente sobre a presidente Dilma Rousseff e seu antecessor, Luis Inácio Lula da Silva, o pastor Silas Malafaia comentou: “Sabe quem é o grande ídolo de Lula e de Dilma? Fidel Castro. Sabe quem é Fidel Castro? É o bandido que é dono de Cuba, é o bandido que bota opositores na cadeia e mata. É esse que não permite liberdade religiosa, nem liberdade de crença”.

Além das ideologias políticas, Silas Malafaia também comentou sobre as manobras que fizeram contra ele, levantando investigações a fim de encontrar crimes fiscais e financeiros na ADVEC ou na AVEC para desmoralizá-lo diante da sociedade brasileira. Outro tema que o religioso não deixou passar foi o caso do Mensalão.

Assista: