Waguinho alerta: podem entrar na ADUD para forjar flagrantes

Os fiéis temem que pessoas entrem na igreja com drogas e armas para acusar os membros e o pastor Marcos Pereira


Waguinho alerta: podem entrar na ADUD para forjar flagrantes

Os fiéis da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD) estão usando as redes sociais para mostrar apoio ao pastor Marcos Pereira, que foi condenado a 17 anos de prisão por estupro. Entre os vídeos já lançados pelos membros, encontramos um feito pelo cantor Waguinho que há dez anos se converteu na ADUD e passou a trabalhar ao lado de Pereira indo a presídios e comunidades carentes para evangelizar e recuperar criminosos e dependentes químicos.

No vídeo, o cantor atesta que confia na inocência de seu líder e que sabe da sua conduta. “Há dez anos eu estou lado a lado com ele, fazendo esse trabalho de recuperação de drogados. Já vi passar milhares de pessoas aqui nesta instituição”, disse ele.

Waguinho lembra que na sede da ADUD também funciona o casa de recuperação Vida Renovada, locais públicos que recebem diariamente dezenas e até centenas de pessoas, o que facilitaria uma armação para tentar incriminar não só o líder da ADUD, que já está preso, como os demais membros e a vice-liderança.


  Psicólogo ajuda cristãos a vencer o vício da pornografia


O músico acredita que a situação é espiritual e que os acusadores de Marcos Pereira um dia serão alcançados por Deus, mas enquanto isso não acontece, ele pede ajuda aos cristãos do país para que orem por eles.

“A qualquer momento podemos ter aqui alguém tentando colocar uma arma ou algum tipo de droga aqui dentro para fazer mais uma acusação leviana contra esta igreja, contra os membros dessa igreja, contra as famílias dessa igreja e contra o nosso pastor”.

Assista:




Deixe seu comentário!