31/03/2014 - 16:34

Magno Malta e Silas Malafaia comentam projetos de lei contra a família

O senador falou sobre o Novo Código Penal e sobre o Plano Nacional de Educação


Magno Malta e Silas Malafaia comentam projetos de lei contra a família Magno Malta e Silas Malafaia comentam projetos de lei contra a família

Neste sábado (29) o Programa Vitória em Cristo, apresentado pelo pastor Silas Malafaia, entrevistou o senador Magno Malta (PR-ES) que deu um alerta importante para os cristãos brasileiros.

A conversa começou com o senador listando alguns dos 867 projetos de leis que estão no Congresso e que ferem os princípios da família. “Nós temos coisas muito graves, como esse Novo Código Penal (…) que traz coisas do tipo legalizar a eutanásia, legalização da maconha”, disse.

Magno Malta também comentou a diminuição da idade para estupro de vulnerável de 14 para 12 anos. A crítica do senador também compara a pena de quem agride um cachorro com a de quem agride uma pessoa. A pena proposta pelo novo código para quem maltrata um animal é de sete anos, para quem agride uma pessoa fica seis meses.

Vestindo uma camiseta com a inscrição “Redução da maioridade penal já”, Malta falou sobre seu projeto que é separar o menor que comete crimes, independente da idade, e o prepará-lo para se tornar um atleta de alto rendimento.

O pastor Silas Malafaia citou também o Plano Nacional de Educação que insere a teoria de identidade de gênero, tirando o masculino e feminino. Eles comentaram que tal proposta pode ser interpretada como uma aula de homossexualismo nas escolas.

“Se colocar identidade de gênero é preciso desenvolver um material didático que é uma proposta do MEC para ensinar o homossexualismo a crianças a partir dos seis anos de idade”.

Magno Malta e Malafaia alertaram os telespectadores sobre a importância de conhecer os candidatos a senador e deputados, para não eleger pessoas que tenham como objetivo acabar com a família.

“Então irmãos, o meu alerta é esse aqui: votar é um direito seu e sei que você vota em que você quer. Mas depois não reclame”, disse Malafaia pedindo para que os eleitores sejam conscientes. “Acorda povo de Deus, você é cidadão brasileiro como qualquer um”.

Assista: